segunda-feira, 22 de julho de 2019

Dívidas quitadas!!!! Julho/2019

Olá meus amigos.

Enfim, retornando ao blog para atualizar um pouco o histórico da nossa carteira.

Estou mega ansioso para poder, enfim, colocar dinheiro novo na carteira e isso vai voltar a acontecer a partir de Agosto/2019...quase 1 ano depois!!!

Nesse meio tempo, quitei o mestrado e paguei todas as despesas de um sonho antigo (viagem internacional para o EUA).

 Apesar de ter realizado esses sonhos, confesso que estou bem empolgado com a ideia de ver a carteira crescendo de novo com os aportes.

O portfólio surfou bem os meses de ausência de aporte (aumentou em R$20.628,40).

Meu tempo sempre foi escasso de modo que construí minha carteira baseado na premissa de que ela deveria sobreviver bem, ainda que sem a atenção devida. Por enquanto, ela tem se mostrado hábil nesse sentido. Provavelmente, mais em razão do contexto econômico do que de qualquer mérito próprio.

O trabalho como professor, enfim, parece começar a dar os seus primeiros resultados. Ainda estou no negativo (acabei gastando muito com livros, material especializado e marketing), porém o fluxo de caixa mensal começou a ficar verde...já temos algumas sobras de 300,400 reais. Muito pouco em relação ao trabalho, mas já existe uma perspectiva clara de aumento de receita e redução do trabalho marginal. Além disso, já planejo cortar gastos com marketing e com isso fazer saltar as sobras para 1,5k e até 3k. Depois de 13 meses de trabalho duro (muuuuito trabalho mesmo) parece que a colheita vai começar....se tudo correr como esperado, quero fazer aportes gordos (6k-9k) para recuperar o tempo perdido.

Julho/2019:






quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Carteira de Investimentos - Fechamento Outubro/2018

A renda variável parou de massacrar o patrimônio e a carteira fluiu bem nesse mês subindo mais de 2%. Ainda que sem realizar novos aportes (ainda estou devolvendo o dinheiro que minha esposa me emprestou para quitar o mestrado) o patrimônio cresceu em R$4.611,88, o que, na minha visão, é um resultado excelente.



Aproveitamos o mês para encerrar algumas posições na carteira de ações (saiu ITUB4  + 50,43% em 649 dias) para aumento do Tesouro Selic. O objetivo foi retornar a liquidez da carteira e tornar a composição mais perto da proporção que se almeja.

Encerramos ainda algumas operações com marcação a mercado também saindo parcialmente do IPCA +35 e IPCA +45 e retornando ao Tesouro Selic. Na operação mais lucrativa, tivemos um aumento de 11,05% em pouco mais de 30 dias com a marcação a mercado do IPCA +35. Coisas que só conseguimos em época de eleição e de delação da JBS..rsrsrs


O tempo continua bem escasso. As aulas do mestrado começaram e a proposta para ser professor de um site voltado para concursos se concretizou de modo que estou dedicando o máximo de tempo possível para elaboração das aulas e para o estudo do mestrado. Praticamente abandonei as graduações que estava fazendo e só apareço nos dias de prova. Vou conciliando até o final do semestre quando devo trancar as duas graduações e me voltar ao estudo exclusivo da minha formação que é em Administração, seja no âmbito acadêmico com o mestrado, seja nos concursos.

Vamos pra cima pra constituir novas fontes de fluxos de caixa!!

Carteira:  Aporte: R$ 0.000; Patrimônio: R$164.365,43 (+ 2,89%, R$ 4.611,88)  




Até breve meus amigos.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Carteira de Investimentos - Fechamento Setembro/2018

Mais uma mês que apenas navegamos no mercado. Sem novos aportes.

A renda variável não foi tão ruim como no mês passado e, assim, conseguimos fechar no positivo.

A volatilidade com o baixo percentual em Tesouro Direto incomoda um pouco, mas foi um erro de planejamento eu incluir o dinheiro que juntava para trocar de carro dentro do plano de independência financeira. Quanto tirei o dinheiro que estava aplicado todo em Tesouro Direto, a volatilidade da carteira disparou.

Acredito que vou criar um controle separado para essas aquisições e para as provisões das despesas anuais (Seguro, IPVA, IPTU, etc). Ainda que invista esse dinheiro como existe uma previsão de desembolsá-lo para comprar/pagar algo eu não contabilizaria junto com a carteira de independência financeira.

Enfim, vou avaliar como fazer isso. Se alguém tiver umas dicas de como controlar o dinheiro dessas aquisições para que ele não se misture com os investimentos da independência financeira coloca aí nos comentários.

Carteira:  Aporte: R$ 0.000; Patrimônio: R$159.753,55 ( + 0,79%, R$ 1.256,49)  


Renda Passiva: 



Até breve meus amigos.

domingo, 26 de agosto de 2018

Carteira de Investimentos - Fechamento Agosto/2018

Mais uma vez aqui para o acompanhamento mensal da carteira.

Nesse mês não tivemos aporte . O que seria aportado acabei separando na poupança do banco mesmo para pagar o mestrado à vista. O pagamento é até 05/10 de modo que as tarifas bancárias e IR comeriam todo o rendimento adicional em relação à poupança.

Sem aportes e com as ações em queda acabamos ficando no vermelho esse mês.

Realmente me incomoda não aportar nada, mas em vista da decisão de fazer o Mestrado é isso mesmo. Acredito que dinheiro novo só ingressará na Carteira em Novembro. Então, segue o jogo..

Carteira:  Aporte: R$ 0.000; Patrimônio: R$ 158.497,06 (- 0,33%, R$ 528,79 )

Nesse mês fiz a venda de 200 ações da CSNA3 (ação que nunca esteve de acordo com o perfil da carteira ) e substitui por Tesouro SELIC.



Renda Passiva: R$626,30

A renda passiva esse mês foi mais gorda em virtude do recebimento de dividendos da BBSE3.

Parte desses dividendos foram realocados em FII: 02 cotas de HGBS11.




É isso meus amigos. Até breve!


segunda-feira, 30 de julho de 2018

Histórico da carteira

Olá milionários.

Aproveitei o tempinho extra que tive essa semana para fazer o levantamento do meu primeiro aporte em investimentos. Como já falei em alguns post's anteriores, por muito tempo meu único investimento foi um plano de previdência complementar.

Não sabia nada de investimentos há época, porém já sabia que não dava pra confiar no nosso falido regime de previdência, por isso em Junho/2013 eu contratei um plano pela Caixa Econômica Federal e desembolsei a bagatela de R$780,00. Não me arrependo. Apesar de hoje saber que está longe de ser a melhor opção foi, a partir desse investimento que me interessei por todos os outros. Explico: após 03 anos investindo na previdência complementar verifiquei o saldo e fiquei surpreso ao constatar o valor de mais de 35 mil de saldo... fiz as contas de quanto tinha desembolsado com a previdência e vi que nesses três anos tinha ganhado mais de R$3.000 reais em juros (aporte na previdência até aquele momento: R$32.535,51).



"Como pode? Em 36 meses ganhei quase 4 vezes o valor da minha contribuição mensal de juros?"

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Carteira de Investimentos - Fechamento Julho/2018

A vida continua a passar rápido demais e em um piscar de olhos chegamos a mais uma fechamento de mês (Julho-2018).

O momento não é dos melhores. Como muitos sabem tivemos recentemente a perda prematura do colega do blog "Viver de Construção" e ontem (25/07/2018) um grande amigo meu teve a vida interrompida em virtude de um acidente de trânsito na estrada... a verdade é que sabemos muito pouco sobre os desígnios de Deus em nossas vidas...Resta-nos,sempre, refletirmos sobre que caminhos podemos/devemos tomar e o sobre qual o legado que queremos deixar nessa vida...

Enfim, é preciso prosseguir e, por isso vamos aos fatos relevantes.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Superando-se dia após dia

Fugindo o pouco do assunto das finanças, resolvi comentar um pouco sobre um desafio pessoal que venci nesse fim de semana: uma corrida em trilha de quase 15km (precisamente 14,7km).

Nunca tinha percorrido essa distância antes, ainda estou me recuperando de uma gripe, não consegui treinar nada nas últimas semanas. As condições definitivamente não eram favoráveis. No entanto, a força de vontade mais uma vez prevaleceu. Cada quilômetro vencido foi uma vitória. Quando a voz da auto-sabotagem dizia que eu não conseguiria, que seria bom caminhar um pouco..eu pensava que iria correr só mais 2,5km até o próximo posto de hidratação aí daria uma parada..Só mais 2,5km..Só mais 2,5km e, desse jeito, ao chegar aos 10km finalmente percebi que conseguiria ir até o fim..já não me preocupava com a dor no joelho, mas com a linda lua cheia que iluminava a trilha. O cansaço cedeu espaço pra alegria de ver o apoio de vários moradores que acenavam, aplaudiam, gritavam em alguns pontos do percurso.